Entrevista com a Spider Mean

[Estamos retomando aqui alguns textos escritos pelas gralhas! Essa é a entrevista que a Jams Joyce fez com a querida Spider Mean em março de 2015 🙂 ]
 
Hoje a gralha Jams Joyce nos trouxe a entrevista delícia que fez com a Spider Mean do Team Brasil!

Confira como foi e motive-se!!

 

Derby Name: Spider Mean
Derby number: 23
Posição principal no jogo: Blocker
Liga: Ladies of Helltown
Cidade: São Paulo

Nome real: Tatiana, Tati
Idade: 24
Ocupação/vocação: formada em artes visuais

tati

Imagem: Team Brasil

 

-Tati, primeiramente obrigada por ceder essa entrevista à CWB Force!
Você jogou pelo Brasil na última Copa do Mundo de Roller Derby Blood & Thunders. Como era a sua rotina de treinamento para encarar esse desafio?
Obrigada vcs! Me sinto lisonjeada em ter sido escolhida pra entrevista de vcs!
Foi um grande desafio. As viagens, os treinos eram bem intensos, e a ansiedade era imensa! Foi preciso muita dedicação tanto em relação pessoal quanto em relação ao time. Cada treino eu buscava tentar aperfeiçoar alguma coisa, melhorar algum bloqueio, me manter focada pro meu objetivo. Estar presente no meio das melhores do mundo, no meio de ídolas e ainda representar o Brasil, sentia que tinha que me preparar o máximo possível pra isso! E quanto mais treinos e oportunidades tinham, melhor seria. Eu precisava treinar pro meu objetivo ser bem sucedido. E olha, quando estive na copa do mundo vi que o Brasil não está muito distante do resto do mundo… Foi uma das melhores experiências da minha vida!

 

-Sabemos que toda derby girl começa de algum lugar. Quando você entrou para o roller derby? Já tinha experiência com patinação? Quanto tempo aproximadamente passou como fresh meat?
Fazem uns 4 anos que entrei no derby. Não lembro a data exata ( sou péssima pra datas). Conheci através de uma amiga linda (Cibs) quando disse que queria comprar um patins pra ir andar de casa até o metrô pra ir pra faculdade. Ai ela me disse pra comprar um “quad” eu falei “oi?”…
Ai ela me explicou, eu associei com o filme Whip it, fui ver um treino e nunca mais sai do derby desde então.
Quando era criança andava de in line na rua. Conta como experiência? Hahshsha mas antes do derby nunca tive contato com quad. Foi difícil no começo. Patinava super em pé, caia de bunda direto, mas com os treinos as coisas foram melhorando.
Quando comecei era tudo meio novo ainda né… Acho que fiquei uns 4 meses como fresh meat… Hoje em dia acho que a fase de Roockies é uma excelente forma de melhor se suceder como vet. Pra mim a fase como fresh meat foi uma das melhores!

 

– Como foi sua evolução de fresh meat a jogadora doroster oficial da liga? Você teve alguma dificuldade como jogo ou com a patinação em si? Se teve, como superou?
Foi emocionante! Quando eu tive meu primeiro jogo foi que despertou o ” pqp, eu quero/ preciso jogar de novo!” E nesse ponto que eu sempre foquei. Eu estou no derby ️pq eu quero jogar! Logo preciso treinar. Acho que a minha maior dificuldade ainda são as pernas… Sim, as mesmas que originaram meu derby name hahahahaha Tem as vantagens mas as vezes fica difícil fazer um plow stop mais fechadinho, sem deixar a perna no meio do caminho e alguém tropeçar…
Pra superar foi muita pratica! As vezes chegava antes de todo mundo e ficava praticando plows menores sozinha mesmo…

 

– Às vezes a gente desanima um pouco. Qual seria o seu conselho pras meninas que às vezes se sentem desmotivadas, ou pra quando bate aquela preguiça de treinar?
O que eu costumo fazer é ter um objetivo principal  e aí a partir disso criar uma meta pra cada treino! Pra conseguir o tal grande objeto, vc tem que ter consciência que vai ter que batalhar pra isso acontecer. Sempre antes de cada treino, por mais que esteja muito calor, muito frio, chuva, a gente tem que saber que nosso objetivo é maior que isso. E quando ele se realizar, gente, sério, vc começa a se lembrar de todo esforço, todos os perrengues, todas as pessoas que acreditaram em vc e te ajudaram e principalmente como vc conseguiu ter garra pra chegar até ali! Tudo que passou acaba valendo a pena e se torna MUITO gratificante! E não fique triste se ele não vier logo, as coisas demoram, ainda mais aqui no Brasil…Todas nós sabemos o quanto é difícil manter, conseguir apoio e tal. Mas podem ter certeza que o derby une muito as pessoas em relação a se ajudarem.

 

– Para as fresh meats/juvies/novatas que vão comparecer a um Brasileirão (Em Santos! Oi, Thunder Rats!) pela primeira vez, o que elas devem esperar?
Acho que qualquer evento de derby é muito bom pra tirarmos proveito de algo. Mas gente, o brasileirão é o único evento que junta o Brasil todo e se dedica a apenas uma coisa: amor ao derby! Treinem, se preparem, prestem atenção nas derby mates, ️pq cada um tem algo pra ensinar! Vai ser uma oportunidade muito legal!

 

– As Blue Jays adoram comida. Qual seu snack favorito pra repor as energias entre os treinos? 😛
Adoro comida +1! Eu sou chocólatra, então sempre antes do treino/ jogo gosto de comer um chocolatinho e uma banana ou aqueles docinhos de bananada pra evitar cãibras e dar mais disposição. Depois dos treinos, fico louca por proteína!

 

Obrigada Tati por compartilhar seu conhecimento com a gente!
Eu que agradeço suas lindas! Qualquer coisa que puder ajudar, só dizer! Espero vcs na pista! Boa sorte e força!

tati

Imagem: Team Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s